8 de março de 2016

Ela não gosta de Otários!


Hoje andava pela rua
de mãos dadas com a minha namorada.
Quando aproximei do carro,
passaram três homens e gritaram:
“Com esse carro é fácil”.
Minha namorada
que não é de levar desaforo pra casa, gritou:
“OTÁRIOS”.
Aquele não foi um grito feminista.
Era apenas a voz indignada de mais uma menina
sendo julgada e agredida todos os dias.
Aquele carro nem era nosso.
Era do pai dela emprestado.
Porque nossos dois carros velhos
estavam na oficina estragados.
Enfim.
O mundo virou essa babaquice.
Ninguém pode ser feliz.
Se um cara feio que é o meu caso,
casa com uma mulher bonita,
não é amor, é dinheiro.
Se uma mulher dirige um carro importado,
sempre tem um babaca para dizer:
“Não foi ela que conquistou.
Foi o corno do marido que comprou”.
Meu velho,
antes que você venha com o mesmo papo furado
de que mulher só gosta de dinheiro e homem sarado.
Eu não vou te dar uma resposta.
Eu vou te dar um exemplo
e uma história.
Eu conheci uma garota.
Ela não sabe a diferença entre carro esportivo
ou utilitário.
Há mais de 2 anos, eu paro o carro na porta da casa dela
e até hoje ela entra no carro errado.
Outro dia, ela entrou no carro de um cara
e falou: “Uai, você não é meu namorado”.
Ela saiu correndo com a cara assustada
e eu fiquei do outro lado da rua dando risada.
Eu conheci uma garota.
Ela não usa roupas caras
e nem jóias raras.
Eu só vejo ela de blusa branca
e all star.
Ela gosta de sair pra jantar.
O lugar, tanto faz.
De MC DONALD’S
a um restaurante com salada.
A única coisa que ela não gosta
é de gente que se acha.
Ela gosta de festa barata, música alta e
cerveja gelada.
Ela tem um amor eterno.
As amigas do colégio.
É incrível o sorriso dela
quando elas estão por perto.
Eu conheci uma garota
e foi esse jeitinho
que me fez ser louco por ela.
Mas pra você
que está se perguntando:
“Tudo muito perfeito.
Onde está o defeito?”
Eu vou te contar.
Ela tem um grande defeito.
Ela acredita que todas as pessoas
são capazes de amar.
As pessoas que amam
cometem esse erro.
Acreditar que todas as outras
são capazes de fazer o mesmo.
Infelizmente
nem todo mundo é capaz de amar por inteiro.
Sem ser por dinheiro,
por status ou
corpo sarado.
Nem todo mundo é capaz de entender
que a beleza não é companheira,
é passageira e como tudo que é superficial,
um dia chega ao final.
Nem todo mundo é capaz de gostar do outro por dentro
e finalmente esquecer a paranóia estética
do mundo lá fora.
Nem todo mundo é capaz de ter um sentimento
único e verdadeiro.
Um amor pelo outro
e por si mesmo.
Meu velho,
se você continua achando que esse tipo de mulher
é uma utopia,
e que só existe em poesia.
Eu posso te dizer, não é.
Só espero que um dia,
todas as pessoas aprendam isso.
O amor é simples
e mesmo quando não tem nenhum sentido,
ele segue sempre o mesmo caminho.
Fiel, simpático
e acima de tudo
divertido.
(Texto do The Love Code- Ique Carvalho)

4 comentários: